A Massagem é Indicada na Gravidez?

Massagem na Gravidez

Muitas de nossas clientes, quando estão grávidas, frequentemente nos perguntam se a massagem durante a gestação é arriscada, se há alguma recomendação ou contraindicação.

Podemos dizer que realizamos massagens em mulheres grávidas há mais de quinze anos, e sabemos que uma massagem feita com cuidado, de forma gentil e corretamente aplicada irá beneficiar de muitas formas qualquer gestante.

Entretanto, para aquelas que estão grávidas e desejam continuar indo ao seu massagista, nossa recomendação é que procure um médico especialista antes de começar as sessões de massagem.

Além de ser extremamente relaxante, a massagem consegue aliviar muitas das dores e desconfortos típicos da gravidez, como dores na coluna, na lombar e problemas como a insônia e as indesejadas tonturas.

Aliás, muitas das gestantes, que são liberadas pelos seus médicos para a prática da massagem, relatam que somente conseguem dormir e relaxar depois de uma sessão de massagem, por terem conseguido aliviar todo o estresse e reduzido as suas dores.

Ao massagear uma gestante, todos os seus movimentos devem ser muitos suaves e gentis, e devem-se evitar pressões e movimentos com maiores intensidades e profundidades, assim como técnicas correlatas, como a massagem dos tecidos profundos.

Você pode iniciar o procedimento massageando suavemente o abdome. Inclusive o bebê, dentro da barriga, irá adorar o carinho se feito de forma gentil.

Uma massagem bem aplicada, com a técnica e pressão corretas podem aliviar o inchaço do estômago também, reduzindo a pressão aplicada sobre a própria pele da grávida e do bebê.

Uma curiosidade: em muitas localidades do mundo inteiro, a massagem é utilizada em todas as etapas da gravidez e, inclusive, antes da concepção, como uma forma de aumentar a fertilidade da mulher.

Aplicando a Massagem Durante a Gravidez

Antes de iniciar a massagem em uma mulher grávida, deve-se entender que a massagem poderá ser aplicada em todo o corpo, porém com limitações e investindo tempo adicional nas pernas, abdome e nas costas, sendo essas as regiões com as maiores queixas das gestantes por dores e desconfortos.

Além disso, o massagista experiente também deverá concentrar seus esforços nas áreas onde identificar as maiores tensões que, geralmente, são as costas e os ombros.

Entretanto, se houver recomendação médica para que essas áreas não sejam massageadas, o terapeuta poderá prosseguir os trabalhos massageando as mãos, o rosto, as pernas e os pés.

É recomendado a utilização de várias almofadas para deixar a gestante bem confortável e massageando sempre com a grávida em posição lateral ou com a barriga voltada para cima.

Quando a grávida estiver deitada com a barriga para cima, coloque uma almofada ou travesseiro embaixo dos seus joelhos. Esta medida irá reduzir a curvatura da lombar, permitindo uma posição mais confortável.

Para massagear as costas, coloque-a de lado, com travesseiros abaixo da cabeça, de forma que seu pescoço fique alinhado com a coluna.

Muitas gestantes podem achar que massagem nas pernas é muito relaxante. Massagem nessa região pode ajudar muito no controle da sudorese, das dores nas panturrilhas, nas veias e em surtos de cólicas, tão comuns durante a gravidez.

A massagem deve ser suave e delicada, partindo dos tornozelos, deslizando vagarosamente até as coxas; repetindo todo esse movimento repetidas vezes, tornando-se um procedimento bem relaxante para quem está recebendo os cuidados.

Durante o tratamento, o massagista também poderá erguer delicadamente as pernas da grávida, acima da linha da cabeça, aliviando também as dores nas pernas. Também é recomendado que a gestante durma com as pernas ligeiramente suspensas por uma almofada.

Uma observação aqui é necessária. É possível que mulheres grávidas tenham mais varizes, assim, as pernas também podem ser massageadas, mas mantenha os movimentos bem lentos, suaves e nunca massageie diretamente a região afetada.

A massagem nos braços também pode ser muito reconfortante e relaxante na gravidez. E também é indicada caso haja recomendação médica contrária à massagem abdominal, como exemplo.

Algumas gestantes, mesmo nos estágios iniciais da gravidez, sentem muitas tonturas e náuseas, principalmente por passarem uma boa parte do tempo deitadas.

Sendo assim, neste caso, uma ótima recomendação é aplicar uma massagem deliciosa e caprichada nas mãos da gestante, segurando seu braço com a outra mão.

Realizar uma massagem nas costas de qualquer mulher grávida é a melhor medida que se pode fazer, uma vez que dores nas costas e  na lombar são as principais queixas delas.

Outras massagens também são bastante recomendadas, como a massagem para os pés e no rosto; trazendo inúmeros benefícios para quem está esperando um bebê.

No rosto, a massagem mais benéfica é aquela que é aplicada na região da testa e ao redor dos olhos. São técnicas que ajudam a reduzir as tensões e a relaxar.

Já nos pés, a massagem pode ter uma intensidade um pouco maior, ajudando no alívio das dores provenientes das contrações.

Além disso também podem ser aplicadas pressões nos pontos de Shiatsu, implicando em uma rápida redução das dores generalizadas, além de agilizar a recuperação no pós parto.

massagem nos pés

Compartilhe este conteúdo!

1 Comment

  1. Estou grávida do meu primeiro filho e as dores nas costas que eu sinto são absurdas. Já não tenho mais posição para me manter. Vou consultar meu médico para tentar inserir a massagem na minha gestação, pois não estou aguentando com tantas dores.
    Obrigada pelas informações claras sobre a massagem para grávidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *